domingo, 19 de novembro de 2017

A-cor-dar


Acorda!
Já passou da hora de despertar, oh  consciência.
Seja ela negra, rosa, ou de todas as cores do arco íris.


A consciência tem que ser humana -
Que valoriza a vida.
Não de forma antipática ou apática,
Mas empática;
Que no campo do  desconhecido
Não se desconecta
Por conta do corrompido subconsciente coletivo
Mas conecta-se
Com a humanidade 
Da Terra, do pó,
Em prol
Da unidade, 
Da consciente consciência
Que o planeta terra é feito de gente
Com jeitos e trejeitos
Com personalidade própria
Com respeito mútuo à diversidade criativa do ser
Que faz parte desse fantástico ciclo da vida.



 Lina Linólica


19/11/2017 – 


Um comentário: