sexta-feira, 3 de junho de 2022

Qual é a mentira que contaram pra você?

 Um moço sentado e cansado na beira de um poço num dia muito quente. Uma moça aparece para tirar água. 

- Dá um pouco de água? - diz o moço. 

A vida inteira contaram pra essa moça que pessoas como aquele jovem eram inimigos. 

A vida inteira contaram para aquela moça que o lado dela é que era o correto.

 Esse moço do poço era Jesus e ele desmente todo esse mal entendido.

Somos muito binários, somos propensos a divisão e quase imperceptivelmente estamos  

numa torcida organizada, numa marcha dizendo que o nosso lado é o correto.

Na nossa infantilidade queremos criar 3 cabaninhas, separando Jesus, Elias e Moisés e isso é cortina de fumaça, é distração, pois  logo vem a revelação do próprio Deus dizendo que ouçam a Jesus.

E assim mentiras vão sendo contadas pra gente no decorrer da vida.

Na década de  70, eu era uma criança e contaram para mim que a mulher da rua de cima era desquitada. Era como se essa mulher tivesse uma doença contagiosa e que devia atravessar a rua e nunca falar com ela. Contaram que  minha vizinha era espírita  e eu  morria de medo dela  achando  que na sua casa tinha fantasmas por todos os lados. Um parente nosso foi expulso de casa por namorar uma jovem preta e eu não entendia o porquê. Sim… eu… aquela menininha de 5 ou 6 anos que presenciou tudo isso. Naqueles anos 70 não tinha muito conhecimento das coisas, pessoas contavam coisas e a gente simplesmente acreditava.



Anos se passaram, existe uma gama imensa de conhecimento, mas ainda tem tanta gente assim…acreditando em tudo que lhe conta, promovendo tantas rachaduras, tantas dissensões e discursos de ódio.  As mentiras continuam a ser contadas com outras roupagens, como se fossem verdades absolutas ou até meias verdades e sempre tem gente caindo na mentira criada pelos homens. 

E como perceber se estou sendo enganada? 

É beber da água da vida - Jesus. Ele nos deixou o seu exemplo, a sua vida.

Daquele que não faz acepção de pessoas e olha com generosidade para o diferente. Daquele que não vê sexo, mas vê corações.

Daquele tira cargas pesadas impostas pelos homens

Daquele que passa pela vida com leveza. 

Daquele cuja a linguagem é o Amor. 

Daquele que não tem pacto com o pai da mentira. 

Daquele que vê corações que adoram a Deus em espírito e verdade.

 Se tiver disponível em seu coração,  ofereça água de Jesus para quem tem sede, mas sem o combo da carga pesada de um deus estranho. 


Em amor e na luz


Lina


Nota 1: Baseado nas passagens bíblicas:  João 4:6-42 e Mateus 17:1-8,  as quais tenho meditado nesses dias. 

Nota 2:

Escrevi esse texto nessa madrugada de 03 de junho de 2022. Voltei pra cama sonolenta e tive um sonho estranho:  Estava no último andar de um sobrado quentinho e seguro com o meu filho. Lá fora, estava muito escuro. Um verdadeiro breu. Ouvi uma voz no meu coração para que eu abrisse a janela a fim de  sair a claridade da casa, dissipar aquelas trevas,  afugentar ladrões que ali rondavam se aproveitando da escuridão e mostrar que tinha gente habitando ali.

 Lembrei do livro Desconstrução e outros textos como o Diferente que tento trazer um pouco de luz sobre tantas mentiras que nos contaram. 

"O diferente" - http://linolica.blogspot.com/2021/06/o-diferente.html

 E para quem não leu meu livro "Desconstrução", ele está na Amazon e você pode adquirir pelos links:


quinta-feira, 20 de janeiro de 2022

Chip na mão

 E te será por sinal sobre tua mão e por lembrança entre teus olhos, para que a lei do Senhor esteja em tua boca; porquanto com mão forte o Senhor te tirou do Egito. Êxodo 13:9



 

Estou lendo o livro de êxodo e me deparei com esse versículo. Sim… eu amo esse livro, embora ando assustada com tantas "manipulações" e "teorias da conspiração" embasadas em versículos bíblicos.


Ao ler esse versículo, sorri, recordando  de uma oração que fiz no ano de 1999 e que tenho feito nas minhas preces corriqueiras e diárias: "Senhor… abençoa minhas mãos e me capacita...". 


Naquele ano de 1999 me propus a ensinar informática para crianças, mas não sabia o que viria pela frente. Na verdade era formada em letras e não tinha capacitação para essa área, apenas poucas experiências “fuçando” computadores.  No meu íntimo, estava assustada e por isso, pedi direção de Deus naquilo que iria fazer. E todos os dias, nas minhas preces corriqueiras, sempre digo: - Capacita-me!


Seja ensinando meninos a mexer em computador, seja fazendo roteiros de viagem e mochilando para países que mal sei a língua,  seja ensinando meninos a construir robôs e programando, seja tricotando uma peça de crochê, seja escrevendo um texto ou poema, seja ensinando pessoas a plantar em hortas hidropônicas, seja assando bolos, seja simplesmente sendo mãe/esposa, sei lá… às vezes até esqueço dos desafios que propus em fazer no decorrer da minha existência.


 No meu dia a dia nunca pedi a Deus para ser rica, ter altos cargos, pelo contrário, acho tudo isso muito cansativo. Gosto de ter liberdade e leveza para criar, ou seja,  usar minhas mãos para fazer coisas legais. Esse foi o chip que pedi a Deus para por em minhas mãos naquele ano de 1999. Já ouvi muita teoria absurda sobre chip de vacina, marca da besta etc… Eu prefiro acreditar no "chip" que Deus implanta em nossas vidas vem através de orações sinceras pedindo a Jesus sabedoria no nosso caminhar, sem ferir a existência de NINGUÉM, mas promover atos de vida. Não sou uma Madre Tereza de Calcutá, mas gosto de semear coisas boas, sem divisões por "castas", e sei que o contrário disso é anti vida… talvez tenha muita gente já tenha implantado esse chip através de racismo, homofobia, divisões e por aí afora e nem tenha percebido. 


Foi nisso que pensei hoje…


Lina Linólica 


20/01/2022


Gostou dessa meditação? aproveita para ler também "o diferente" - http://linolica.blogspot.com/2021/06/o-diferente.html


ou


QUAL MENTIRA CONTARAM PARA VOCÊ?



E para quem não leu meu livro "Desconstrução", ele está na Amazon e você pode adquirir pelos links:

Versão e-book via aplicativo Kindle está na Amazon - https://amz.onl/7yvNaBn

A versão impressa deste livro é gerada pela Amazon dos Estados Unidos e custa em torno de R$ 50,00, mas ainda tem o frete (bem carinho), mas caso tenha interesse em comprá-lo: https://www.amazon.com/dp/B095GPCRZJ?ref_=pe_3052080_397514860